O SURF E A ALIMENTAÇÃO PRÉ TREINO

nutrição funcional, nutrição esportiva, alimentação no surf, treino para surfistas, o que comer antes de surfar

O Surf é um esporte que exige um gasto energético maior, destinado a própria sustentação, locomoção e equilíbrio do corpo em cima da prancha, somados a uma necessidade de manutenção da temperatura corporal. Pelo fato das necessidades nutricionais estarem aumentadas, é necessário uma atenção especial com a alimentação e refeições pré e pós-treino.

Evite iogurtes, laticínios, bolos e alimentos de difícil digestão. É também recomendado evitar alimentos gordurosos e frituras, pois levam mais tempo para completarem a digestão, assim como, feijão, soja, grão de bico, couve-flor, pois se não mastigados adequadamente a digestão pode ser mais lenta, ocasionando a formação de gases e um desconforto gástrico.

É muito importante realizar o seu pré-treino 40-30 minutos antes de entrar no mar e nunca treinar em jejum, assunto de extrema importância abordado no post anterior.

Os alimentos têm que ser de fácil digestão e também têm que garantir energia de forma lenta e constante, ou seja, devem ser fontes de carboidrato de baixo índice glicêmico.

Como, por exemplo, as frutas, suco de frutas ou frutas secas que devem ser combinadas com algum cereal, sementes ou oleaginosas, para que o carboidrato presente nas frutas sejam absorvidos mais lentamente.

Veja os seguintes exemplos:

– Banana com aveia em flocos;

– Suco de melância com semente de chia;

– Damascos com castanhas do Brasil;

– Creme de açaí com castanhas.

Outras opções são:

– Os tubérculos como a batata doce, mandioca (tapioca), inhame cozidos ou assados que também podem ter algum complemento como azeite, óleo de coco, ervas frescas (orégano, manjericão, tomilho, entre outras) e especiarias (canela, cúrcuma, pimenta, curry). São ótimas opções fornecendo energia de forma lenta e constante (carboidrato de baixo índice glicêmico) ao longo do treino;

– As massas integrais, pão integral, torrada integral com algum complemento que pode ser geleia de frutas, azeite, patês, óleo de coco;

– Frutas desidratadas, banana passa, damascos, tâmaras, entre outras, são boas pedidas.

Além do esforço físico requerido pela própria atividade, a radiação solar acelera a perda de água, levando o surfista à hipohidratação ou até mesmo à desidratação. É importante beber água à vontade (1 copo de 250ml no mínimo a cada hora) nas 24 horas que antecedem o dia do surf.

Pode-se usar também uma mistura de suco de fruta e água de côco, se tiver um dia muito quente, cuidando da hidratação e como repositor de sais minerais perdidos no suor durante o treino.

Procure um nutricionista funcional e ele irá também aconselhar a dieta certa para o seu perfil e seu cotidiano!

Nutricionista Carina Melo

nutricao esportiva, nutricao para o surf, nutricionista carina melo

– Pós-graduada em Nutrição Clínica – Centro Universitário São Camilo;
– Pós-graduanda em Nutrição Esportiva Funcional – Instituto VP Consultoria Nutricional;
– Curso de Extensão Universitária em Cozinha Italiana – Senac parceria Alma – La Scuola Internazionale di Cucina Italiana – Itália – 2013;
– Graduada em Tecnóloga em Gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi – 2012;
– Graduada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo – 2009.

Contato: 11 98512-7097/ 3876-4440

 

Deixe seu comentário =)

Comentários