GRUPO ITALIANO DE ÓCULOS GARANTE BÔNUS DE VIDA DE 70 MIL EUROS

foto1

A dinâmica como a moda funciona tem sido questionada com freqüência. Nota-se que as pessoas estão se conscientizando em relação ao que consomem e pararam de pensar apenas nos atributos dos produtos e seu preço, e passaram a querer saber como ele é feito. Marcas que se utilizam de trabalho escravo ou exploram de alguma maneira seus funcionários, não são mais vistas com os mesmos olhos e estão perdendo o prestígio. Na contra-mão dessas marcas, o Grupo Luxottica, que fabrica óculos para Chanel, Armani, Dolce & Gabanna, Prada, Tiffany, entre outros e tem suas marcas próprias como Ray-Ban e Persol, apresentou na tarde de ontem (18/07) uma mudança de seu sistema social, chamado Sistema Welfare (significa sistema bem-estar, que oferece plano de saúde, bolsa de estudos, etc). Nessa atualização eles criaram um bônus de vida, que reconhece uma contribuição de 30.000 euros aos herdeiros legítimos ou do testamento em caso de morte de um funcionário da Luxottica. O valor chega a 70.000 euros quando houver um menor de idade no núcleo familiar, estudante até 30 anos de idade, pessoa com deficiência física certificada ou quando a família precisa pagar o financiamento da casa em que vive.

foto4

foto3

foto5

Além disso, a empresa se comprometeu a continuar recolhendo todos os impostos dos funcionários que aderirem ao chamado pacto geracional, em que até 100 trabalhadores por vez podem pedir redução de 50% da carga horária quando faltar 3 anos para sua aposentadoria (ou 5 anos, em caso de doença), sem que o valor de sua aposentadoria seja reduzido. No lugar desses 100 trabalhadores entram 100 jovens aprendizes que preencherão os 50% do tempo de trabalho dos sêniors. A empresa apresenta um quadra de 10.000 funcionários, então essas medidas realmente geram um grande impacto (positivo) na vida de muitos trabalhadores e suas famílias.

foto6Esse pensamento de se preocupar com os funcionários e suas famílias mostra a marca com um posicionamento mais humano e em evolução com o mundo, mostrando que não são apenas os consumidores que estão repensando suas formas de produto para consumo, mas também as marcas repensando seus processos e valores. Esse é um rumo otimista e animador para a moda, que anda em crise global e sem rumo.

seasiders, vestindo a alma, moda praia, biquinis estilosos, tudo sobre biquini
Motivadas pelo desejo de trazer a praia para o cotidiano urbano, Camila Tobal e Juliana Vallada, criaram a Seasiders.
A dupla de designers de estampas usam sua marca de beachwear para contar histórias de viagens pelo mundo e amor a natureza através de estampas autorais e coleções reflexivas. Para as Seasiders, amar a praia vai além de estar nela. É vesti-la todo dia e transmitir essa vibe por toda parte.

 

 

Deixe seu comentário =)

Comentários