O PILATES E A POSTURA

Treinamento funcional, treino funcional na mooca, surf treino, treino para o surf, treinamento para surfistas, pilates na mooca, pilates para o surf, treino surf equilibrio, acupuntura para esportistas

Um dos fatores que mais leva alunos a estúdios em busca do Método Pilates é a postura. A maioria das pessoas se queixa que tem uma ‘má postura’ mas poucos procuram corrigir isso.

Mas será que existe um perigo real em ter uma postura inadequada? SIM!

Antes de nos aprofundarmos mais nos riscos, vamos entender o que é a postura, qual a postura adequada e quais problemas uma postura ruim pode causar.

O termo postura pode ser facilmente definido como a forma que nos posicionamos no espaço, seja em pé, sentado ou deitado. Além disso também devemos nos lembrar que a postura pode ser estática ou dinâmica. Uma boa postura é aquela onde conseguimos manter um bom alinhamento dos segmentos corporais evitando lesões com o mínimo gasto energético.

Agora vamos pensar no nosso estilo de vida e no impacto que ele pode ter na nossa postura. Eu costumo dizer que pior coisa que pode acontecer com um ser humano é ele ficar parado! Nós fomos feitos para nos movimentar e isso é indiscutível. Fato é que antigamente tínhamos além de hábitos mais saudáveis, um estilo de vida muito mais ativo. O avanço da tecnologia trouxe muitos benefícios e junto com eles muitas comodidades. Milhares de pessoas passam a maior parte do dia sentadas, seja no trabalho, escola e até na nossa locomoção! Essa passividade traz como consequência um maior acúmulo de gordura pela diminuição do gasto energético, perda das curvas fisiológicas da coluna vertebral, diminuição da capacidade respiratória, da propriocepção e do equilíbrio, além de encurtamentos musculares que geram desequilíbrios. Joseph já dizia que hábitos incorretos são responsáveis pela maioria de nossas doenças, senão por todas elas.

O Método Pilates é capaz de organizar a postura de dentro para fora graças ao conceito Power-House, que irá posicionar o corpo da maneira correta e distribuir as forças, diminuindo a sobrecarga e o risco de lesões. Além disso a capacidade respiratória será maximizada pois a respiração será voluntária, complementando os outros princípios, o fato de pensarmos na respiração para executá-la nos dá consciência para alterar um padrão pré-existente. O mesmo se dá com a postura, ela está relacionada com padrões, hábitos antigos…

Somos seres de movimento, precisamos estar organizados para nos movimentar com eficácia e segurança! O que os alunos aprendem nas aulas não são apenas exercícios, são bons hábitos para a vida diária e para a prática esportiva. Pensando no que escrevi, estabeleçam como objetivo melhorar a postura, aprimorar seus movimentos e gestos esportivos. Acima disso, tenham como alvo uma vida saudável. Agora e daqui a trinta anos! Aceitam o desafio?

fernanda dergilio

Fernanda Degilio Alves, Fisioterapeuta, Acupunturista, Mestre em Bioética, Instrutora de Pilates e Cross Pilates, Sócia Proprietária do Espaço Sattwa, apaixonada por Yôga, em aprendizado constante sobre saúde, o ser humano e a vida…

 

Deixe seu comentário =)

Comentários